Athos & Meditações


BOMBA EM CASA I

“O prudente vê o mal e esconde-se” (Provérbios 22:3)  

Quem em são consciência levaria uma bomba para casa? Somente um irresponsável levaria uma bomba para casa. Mas, afinal, alguém já levou uma bomba para casa? Sim. Foi noticiado peloglobo.com em 30/04/2012: “Família usava bomba como 'ferrinho para segurar porta' há 15 anos em MS”.

Jerusa Pereira dos Santos, de 40 anos, guardava em casa no bairro Jardim Carioca, em Campo Grande, há 15 anos um projétil de artefato bélico. O projétil na casa de Jerusa foi descoberto em 1997, quando cavaram um buraco para uma fossa no quintal da casa. As filhas de Jerusa usaram várias vezes o projétil para amassar latinhas e brincar. Literalmente brincavam com a bomba. Eis as palavras de Jerusa ao G1: “A gente nem imaginou que pudesse ser uma bomba, e eu só guardei porque era diferente. Eu usava o 'ferrinho' pra segurar a porta; toda vez que alguém tirava ele do lugar, eu perguntava onde estava meu ferrinho”. Segundo o sargento Tárcio Pimentel técnico em bombas e explosivos da Polícia Militar do Estado a bomba estava ativa.

À semelhança de Jerusa muitos estão com verdadeiras bombas dentro de casa e nem desconfiam. Vejamos algumas:

A pornografia virtual é uma bomba dentro de casa pronta para explodir a qualquer hora. Infelizmente, muitos pais nem desconfiam, mas seus filhos podem estar brincando com esta bomba nas suas barbas, dentro de casa. A pornografia é uma bomba dentro de muitas casas. Somente os irresponsáveis levam a pornografia para dentro de casa.  

As “más companhias” são bombas dentro de casa pronta para explodir a qualquer hora. Quantos pais não estão sofrendo porque acolheram dentro de suas casas, sem critério algum, verdadeiras “bombas”? Quantas “bombas” não explodiram por causa das más companhias de filhos?

O texto sagrado acima diz: “O prudente vê o mal e esconde-se”. Pessoas responsáveis não levam bombas para casa. Pessoas responsáveis se escondem do mal. Pessoas responsáveis se escondem de bombas.

ORAÇÃO: Querido Deus ajuda-me a perceber as “bombas” que atravessam a minha caminhada. Livra-me de levar para minha casa aquilo que pode colocar em risco minha casa, minha família.