A RESPONSABILIDADE DE UMA CONSCIÊNCIA PURA

A RESPONSABILIDADE DE UMA CONSCIÊNCIA PURA

 

“Por isso, também me esforço por ter sempre consciência pura diante de Deus e dos homens” (Atos 24:16).

 

No texto acima o apóstolo Paulo estava se defendendo das acusações feitas contra ele diante do governador Félix. Nas palavras de Paulo há lições preciosas sobre o valor de uma consciência pura. Vejamos:

Primeira, por mais que tentemos nos desvencilhar da culpa dos nossos erros, seja ignorando-os ou culpando outras pessoas, a responsabilidade dos nossos atos é pessoal. Paulo sabia disso, nós precisamos saber disso.

Segunda, a consciência pura é fruto do nosso labor. O texto sagrado acima diz:“me esforço por ter sempre consciência pura”. Consciência pura se adquire com esforço. É de nossa responsabilidade a busca de uma consciência pura. Uma consciência pura se estende para a esfera vertical e horizontal: “diante de Deus e dos homens”.

Terceira, pouco ou nada adianta alguém dizer que está com a consciência pura em relação às pessoas em volta se a consciência acusa em relação a Deus. Deus sabe todas as coisas. Deus sabe o que fizemos, pensamos e falamos.

Alguém já disse que “a vida escreve na consciência de cada criatura o seu documentário com as tintas da responsabilidade pessoal”. Ninguém tem acesso a leitura do documentário escrito em nossa consciência, mas Deus não somente tem acesso como lê cada palavra e interpreta cada motivação.

 

ORAÇÃO: Querido Deus, ajuda-me a me esforçar para viver uma vida que alegre o teu santo coração e sirva de exemplo para aqueles que me cercam. Que ao primeiro sinal da consciência me acusando eu me arrependa e mude pensamentos, palavras, atitudes.

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»