Meditações

CRITICAR É UM ATO DE CORAGEM?

CRITICAR É UM ATO DE CORAGEM?

 

“Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se” (Tg 19. b).

 

Será que o título acima é uma afirmação verdadeira? Não tenha dúvidas que muitos consideram esta atitude peculiar a uma pessoa de coragem. É normal muitas vezes não gostamos de ouvir as críticas. Ou elas intimidam, quando vêm com autoridade, ou parece intromissão, ou ainda estupidez, ou de fato contribuem quando são verdadeiras e sinceras. Seja como for, via de regra incomodam. Por isso, nossa primeira reação a elas costuma ser de defesa. “Vejam bem”, dizemos (ou seja: você não enxergou, não sabe nada) e então acrescentamos: “É o seguinte”: - e passamos a explicar por que, afinal das contas, nós é que temos razão. Isso quando não largamos simplesmente um cala-boca ou algo pior; ou, se não pudermos fazer isso, resmungamos qualquer coisa incompreensivelmente, mais similar.

No entanto, o que podemos dizer é que receber críticas poder ser um choque porque nos mostra que nem todos enxergam o mundo como nós – às vezes até o enxergam melhor. E mesmo quando nos criticam sem razão devemos receber como um alerta para as dificuldades que poderão surgir, o que nos protegerá das de surpresas ruins. Por isso a leitura bíblica de hoje oferece entendimento a quem escuta a repreensão. Olha aí a chance de sair ganhando!

Portanto, permita-nos uma sugestão: quando vierem as críticas, não se ofenda simplesmente: ouça e avalie – se a crítica é válida - se é possível aprender alguma coisa, se não, ganhará firmeza – embora talvez algum ajuste de estilo seja útil.

E, a propósito, raramente a razão está apenas em um lado e o erro só do outro – geralmente a verdade está lá pelo meio. Assim a crítica pode não resolver a questão, mas certamente servirá como ponto de partida para a busca de uma solução. Vale a pena aproveitar.

 

Oração: Senhor meu Deus dê-me coragem para fazer críticas quando necessário, mas, acima de tudo humildade para ouvi-las. Amém

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»