Meditações

UMA VIRTUDE QUE NÃO PODE SER ESQUECIDA

UMA VIRTUDE QUE NÃO PODE SER ESQUECIDA

 

“Ao contrário, é preciso que ele seja hospitaleiro, amigo do bem, sensato, justo, consagrado, tenha domínio próprio (Tito 1:8).

 

O texto sagrado acima se refere às virtudes de um homem de Deus. Se fôssemos chamados para elencar as virtudes de um homem ou uma mulher de Deus certamente não faltaria ser “amigo do bem, sensato, justo, consagrado” e que tenha “domínio próprio”. No entanto, uma virtude não pode ser esquecida. Hospitalidade. Um homem de Deus precisa ser “hospitaleiro”. Note que a hospitalidade encabeça a lista das virtudes de um homem de Deus. Mas, porque a hospitalidade é tão importante. Por pelo menos três razões:

Primeira, quem abre a porta de sua casa tem prazer em se relacionar com as pessoas. Pessoas hospitaleiras não gostam de solidão. Pessoas hospitaleiras têm prazer em criar e manter laços afetivos com as pessoas.

Segunda, pessoas hospitaleiras não têm nada a esconder. Muitos já devem ter ouvido a expressão: “minha vida é um livro aberto”. Quem tem a casa aberta não tem nada a esconder. Quem abre a casa não tem medo de abrir o coração.

Terceiras, pessoas hospitaleiras têm prazer em compartilhar o que têm. Pessoas hospitaleiras não são miseráveis. Pessoas mesquinhas não gostam de abrir a casa. Pessoas solitárias se escondem dentro de suas próprias casas.

Hospitalidade é uma virtude que não pode faltar para aqueles que querem viver uma vida digna de filho de Deus.   

 

ORAÇÃO: Querido Deus, ajuda-me a ser uma pessoa que tenha prazer em abrir as portas da minha casa para criar e manter laços emocionais e afetivos com as pessoas que me cercam.

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»