Meditações

SEJAM BEM VINDOS A MINHA CASA

SEJAM BEM VINDOS A MINHA CASA

 

“Gaio, cuja hospitalidade eu e toda a igreja desfrutamos, envia-lhes saudações” (Romanos 16:23).

 

Paulo escrevendo aos Romanos faz menção a um homem extraordinário chamado Gaio que fez de sua casa uma igreja. Gaio nos ensina três lições preciosas. Vejamos:

Primeira, Gaio fez de sua casa uma congregação. Isso é extremamente significativo, pois muitos estão a procura de igrejas para serem bem recebidos e abençoados. Gaio fez de sua casa um lugar para as pessoas serem bem recebidas e abençoadas. Ser abençoador tornava Gaio abençoado.

Segunda, quem é bem recebido na casa de alguém amoroso jamais esquece. Paulo jamais esqueceu da hospitalidade de Gaio. As pessoas que foram recebidas por Gaio em sua casa jamais esqueceram a hospitalidade e o carinho com que foram recebidos. Talvez você conheça algumas pessoas que não têm a menor vontade de voltar à casa de quem não sabe recepcionar os convidados com carinho e afeto.

Terceira, Gaio recebia bem em sua casa todas as pessoas, independentemente de sua condição social ou econômica. Infelizmente, sabemos que algumas pessoas tratam bem em suas casas as pessoas importantes, mas são hostis com os pobres. Gaio tratava bem a Paulo, assim como todos da igreja. Quem gosta de receber somente os ricos talvez nunca tenha sido convidado sequer por um deles para ir à sua casa.

As pessoas jamais esquecerão como foram recebidas em nossas casas, sendo assim, que as tratemos com amor e carinho. 

 

ORAÇÃO: Querido Deus, ajuda-me a abrir as portas da minha casa sem distinção de pessoas. Que a minha casa seja um ponto de encontro onde o amor e carinho sejam sentimentos verdadeiros.

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»