Meditações

PRESO NO PRÓPRIO LAÇO

 

PRESO NO PRÓPRIO LAÇO

 

“As injustiças que um homem mau comete são uma armadilha; ele é apanhado na rede do seu próprio pecado” (Provérbios 5:22).

Em junho de 2011 foi noticiado um acidente inusitado que ocorreu na cidade de Gália/SP. O peão Claudinei de Souza Ribeiro, 26 anos morreu enforcado com o próprio laço enquanto trabalhava na zona rural. Segundo apurado pela polícia, o peão e um amigo apartavam gado no pasto do Sítio Belo Horizonte, quando o rapaz teria tentado laçar uma novilha. Segundo informado pelo colega, ele acabou preso no próprio laço, caiu do cavalo e foi arrastado por cerca de duzentos metros.

O texto sagrado acima também faz menção e alguém que cai na própria armadilha e é apanhado na sua própria rede. O texto apresenta duas lições. Vejamos:

Primeira, o homem mau tem prazer em cometer injustiças. É possível que uma pessoa boa cometa alguma injustiça, mas isso certamente a atormentará pelo resto da vida. No entanto, a pessoa má tem prazer em praticar injustiças. A injustiça é companheira das pessoas más. O homem mau se sente bem em praticar injustiça.

Segunda, as injustiças praticadas pelo homem mau serão a sua própria ruína. O texto diz que o homem mau será “apanhado na rede do seu próprio pecado”. A rede que o homem mau preparou servirá para apanhá-lo. O homem mau será preso pelo laço que ele mesmo preparou. A forca que Hamã preparou para enforcar Mardoqueu na história de Ester serviu para ele mesmo ser enforcado.

 

 

 

 

 

 

Deus vela em cumprir a sua Palavra, portanto acredite: “As injustiças que um homem mau comete são uma armadilha; ele é apanhado na rede do seu próprio pecado”. Pode demorar, mas Deus cumpre a sua Palavra.  

 

Oração: Querido Deus, livra-me de praticar injustiças e se porventura eu um dia vier a praticar qualquer injustiça, dá-me discernimento para perceber e pedir perdão ao Senhor e reparar a injustiça praticada.

Athos no Facebook

Athos & Meditações

O que dizem sobre nós

Só uma escola com uma excelente estrutura, pode oferecer o melhor para nossos filhos, estrutura essa, tanto em suas instalações, quanto acadêmica e espiritual. Ricardo Luis

"Eu gostei de aprender de forma prática sobre os paralelos e meridianos. Eu gostei de fazer a bola com a minha mãe, usando barbante, cola de isopor e alfinetes".  Ana Cecília - 6º ano A

«
»